O aplicativo Secret vem dando dores de cabeça para muitas pessoas nos Estados Unidos desde que foi lançado no início do ano, mas agora começou a despertar a ira de muitos brasileiros.

A rede social funciona de forma simples, o usuário pode postar qualquer texto ou imagem indiscriminadamente e sempre de forma anônima. Todos tem acesso ao conteúdo e o máximo que se sabe é que quem postou é amigo ou amigo de um amigo do usuário.

O objetivo do Secret é promover o compartilhamento de segredos pessoais sem que existam consequências, porém o anonimato acaba trazendo efeitos muito maiores. Muitos estão utilizando o app para expor outras pessoas, com casos que extrapolam o espaço virtual e causam danos reais.

Pensando nos limites que não existem no app, dez vítimas brasileiras do bulling virtual cometido na rede social se juntaram e vão pedir à justiça a retirada do Secret do Google Play Store e do App Store Apple.

O responsável por mobilizar a ação é Bruno de Freitas Machado, que resolveu iniciar a briga depois que fotos em que ele aparecia nu surgiram na linha do tempo do app, e o pior, acompanhando as fotos havia o nome e o local de trabalho dele. “Está acontecendo uma onda de postagens difamatórias e ofensivas, com discriminação, racismo, imagens de menores. A ideia é banir o aplicativo do país”, disse Bruno à Folha de São Paulo.

Também à Folha, o Secret Inc. se defendeu e disse que trabalha para coibir posts ofensivos, porém o Marco Civil da Internet exime sites e aplicativos de qualquer responsabilidade sobre conteúdos publicados – exceto quando envolve cenas de nudez e sexo – sendo os usuários os únicos que podem apagar conteúdos já publicados.

Mesmo com a iniciativa de Bruno, o Secret continua adquirindo muitos usuários no país e a polêmica deve trazer ainda mais a popularidade do app. Agora é acompanhar o que vai acontecer, mas uma coisa é certa: as discussões envolvendo a rede social que promove o segredo ainda vão muito longe e esse precedente pode criar uma onda de processos que vão dar o que falar!

Brasileiros se unem para banir app Secret do país
Classifique este post

Pedro Henrique Malta

Jornalista formado pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), colaborou com alguns dos principais jornais de Goiás e atuou como assessor de comunicação. Apaixonado pela indústria cultural, está sempre disposto a conhecer novas produções e utiliza as mídias sociais para a troca de informações e experiências.