Como utilizar o Google Analytics

como utilizar google analytics

Você sabe como utilizar o Google Analytics? Ele é uma ferramenta essencial para análise das métricas de sites. Através dessa ferramenta gratuita do Google, é possível descobrir de onde vem o tráfego do seu site, qual o tempo médio de permanência, quantas páginas foram visualizadas e qual a mais acessada.

Neste artigo vamos dar algumas dicas de como utilizar o Google Analytics e onde encontrar essas métricas na ferramenta.

Antes de saber como utilizar o Google Analytics, verifique se ele está instalado corretamente

Antes de você saber como utilizar o Google Analytics, verifique se ele está instalado corretamente em seu site. Existem várias formas de fazer a instalação, todas elas você precisa poder editar o seu site.

Já para verificar se o Google Analytics está configurado, basta usar o plugin do Google para o Chrome: Google Tag Assistant.

Depois do plugin instalado, entre em seu site, clique no ícone do Google Tag Assistant em seu Chrome e depois clique em “enable”. Depois de habilitar o plugin, atualize a página.

google tag assistant para google analytics

Se a imagem for parecida como a abaixo, está tudo certo! Agora, podemos analisar os números.

como usar o google analytics

Importante: o código de acompanhamento do Google Analytics precisa estar em todas as páginas do seu site.

Sessões e usuários

Algumas pessoas podem achar que sessões (visitas) e usuários (visitantes) são sinônimos, porém não são. E isso é bem simples de ser entendido.

A sessão ou visita é quando uma pessoa acessa o seu site e interage com ele ativamente.
Usuário ou visitante são as pessoas que acessaram o seu site pelo menos uma vez e iniciaram uma sessão.

Imagine a seguinte situação, em um mesmo dia, uma pessoa acessa o seu site 10 vezes. O Google Analytics vai contabilizar da seguinte forma: 10 sessões e 1 usuário. Ou seja, um usuário durante esse dia interagiu ativamente com o seu site em dez momentos diferentes.

Origem do tráfego

No menu “Aquisição” você encontra as métricas de origem de tráfego. Elas são importantes para você saber quais canais geram visitas para o seu site. Você já deve ter ouvido falar da importância e vantagens do SEO. É por aqui que você conseguirá analisar se as otimizações para os motores de busca e seu conteúdo estão funcionando bem, por exemplo.

Metas

Ainda na aba “Aquisição”, está uma das partes mais importantes para saber como usar o Google Analytics. Lá é possível descobrir a taxa de conversão e quantidade de conversões por origem e mídia!

Esse é um dado importante para que você possa escolher em qual canal e qual tipo de mídia investir mais ou diminuir o investimento.

Como personalizar os links para identificar em Origem/mídia do Google Analytics

Com a ferramenta do Google Campaign URL Builder é possível personalizar vários parâmetros (origem, mídia, campanha, conteúdo etc) para que você possa identificar os acessos das campanhas facilmente no painel do Google Analytics.

Veja um exemplo:

como utilizar o google analytics

Para entender melhor como funciona cada parâmetro, veja a explicação do próprio Google:

explicação google analytics

Tempo de permanência

O tempo de permanência é autoexplicativo: quanto tempo as pessoas ficaram em seu site ou páginas específicas.

A análise do tempo de permanência em seu site é importante para saber se o seu conteúdo é atrativo. Se em um post de blog, por exemplo, onde o tempo de leitura é cerca de 2 minutos e as pessoas ficam 15 segundos… Talvez, tenha algo errado com ele.

Visualização de Páginas

Lembra quando falamos sobre o fato de um usuário poder ter várias sessões durante o dia? Cada sessão também pode ter várias visualizações de páginas durante uma sessão. Por exemplo, o usuário acessou o seu site, iniciando assim uma sessão, se ele visita duas páginas temos: um usuário, uma sessão e duas visualizações de página.

Taxa de Rejeição

E se ele visita apenas uma página em seu site e não fizer mais nenhuma interação e sair? Aí ele entrará na estatística de taxa de rejeição que é a porcentagem das sessões que foram apenas de páginas únicas.

A taxa de rejeição alta é um indicador ruim? Bem, isso depende de vários fatores, uma Landing Page mesmo – que não deve ter fatores de fuga, além do próprio formulário – pode ser que tenha uma taxa de rejeição maior que outras páginas do seu site. Obviamente, isso vai depender da taxa de conversão dessa página.

Não há verdades absolutas sobre a taxa de rejeição. Vai sempre depender do seu objetivo e qual tipo de site você tem. Para um ecommerce mesmo, uma alta taxa de rejeição é ruim.

Agora, que você já sabe o básico de como utilizar o Google Analytics, chegou a hora de entender o que é KPI.

Como utilizar o Google Analytics
5 (100%) 2 votos

Comentários

Autor

Leandro Sousa

Com mais de 5 anos de experiência com marketing digital, é gerente de estratégias da Bamboo. Formado em Jornalismo, iniciou sua carreira como redator. Respira, diariamente, inbound marketing, mídia digital e marketing de conteúdo.