Facebook trabalha para dar fim aos “caça-cliques”

Se depender dos esforços do Facebook, os dias dos posts “caça-cliques” estão contados! A rede social atualizou seu algoritmo e promete reduzir drasticamente a incidência desse tipo de postagem, melhorando as experiências dos usuários e valorizando quem realmente produz conteúdo de qualidade.

Para qualquer portal, o Facebook é uma ferramenta importantíssima para garantir visitantes e aumentar as receitas de publicidade, por isso é necessário criar postagens chamativas, que despertem o interesse dos internautas a aprofundar-se no assunto acessando o site.

Porém existem postagens que frustram por apresentar informações incompletas ou mesmo enganosas.Os usuários acabam visitando as páginas primeiro, para só depois perceber que o conteúdo não era realmente o que eles esperavam.

Após realizar uma pesquisa, o Facebook percebeu que 80% das pessoas preferem chamadas claras, que já forneçam informações suficientes para decidir se vale a pena ou não clicar e acessar o site.

O processo para identificar os posts “caça-cliques” funciona assim: o algoritmo identifica quanto tempo as pessoas passam no portal após clicar no link da postagem no Facebook e também compara a proporção entre acessos ao site e quantidade de interações na rede social. 

Se as pessoas interagem pouco, mas há muitos cliques e pouco tempo gasto na página externa, o Facebook diminue a incidência da postagem na linha de tempo da rede social. 

Como as pessoas costumam passar mais tempo em sites quando o conteúdo lhes interessa, além de comentar, compartilhar e curtir para que seus amigos também tenham acesso à informação, a equipe de Mark Zuckerberg está confiante na eficiência do algoritmo.

Essa nova estratégia do Facebook é muito bem-vinda, não só para os usuários, mas também pelos profissionais e empresas que investem e trabalham para produzir conteúdos que realmente interessem ao público. Os profissionais de comunicação digital agradecem.

Classifique este post

Comentários

Autor

Pedro Henrique Malta

Jornalista formado pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), colaborou com alguns dos principais jornais de Goiás e atuou como assessor de comunicação. Apaixonado pela indústria cultural, está sempre disposto a conhecer novas produções e utiliza as mídias sociais para a troca de informações e experiências.