O que faz uma ação de uma marca viralizar hoje em dia?

As empresas estão sempre procurando alguma onda para embarcar e divulgar sua marca, o caminho mais comum hoje em dia é através das redes sociais – e aqui não estou falando apenas da parte paga, mas, sim, do compartilhar no Facebook de forma espontânea, das pessoas enviarem links pelo Whatsapp, criarem textos em blogs e realmente dar sobrevida a uma ação.

O que leva as pessoas a terem o trabalho de passar algo de alguma marca para frente gratuitamente? Qual o fator que faz com que isso aconteça e a ação tome proporções maiores do que o orçamento em mídia da campanha?

Uma ação da cerveja Molson aqui no Canadá me fez refletir sobre isso, talvez, não seja nada novo para você, mas faz com que coloquemos os pés no chão e repensemos tudo que estamos fazendo.

As redes sociais são um ambiente rico em fatores comportamentais humanos e base de informações para muito estudo, mas o núcleo de todo esse ecossistema, a força que faz com que as pessoas tomem atitudes é uma só: construção de identidade. E isso se faz por associação a grupos específicos, principalmente, na nossa cultura brasileira, se faz por levantar uma bandeira em defesa de uma causa entre outros fatores que definem o que uma pessoa é.

Todos querem passar uma mensagem para construir ou manter uma identidade que foi criada ali naquele meio e, talvez, este seja o gatilho que as marcas devem voltar a atenção para repensar suas ações.

Existe no Canadá um sentimento muito forte em todas as pessoas de união dos povos, aceitação das diferenças, essa é na verdade a cultura canadense: “Unir povos do mundo inteiro no mesmo lugar mantendo suas crenças e fazê-los viverem em paz”. E esse foi o mote da campanha Molson, onde as pessoas tinham que falar “Eu sou Canadense” em várias línguas diferentes para abrir a porta de uma geladeira na calçada! E devo dizer, esta ação repercutiu tanto que a recebi de todos os lados por aqui.

É claro que, em um mar de conteúdo gerado hoje na internet, é importante ter um bom orçamento para se destacar no início. Se o conteúdo for bom – gerar emoção ou ajudar na construção de uma identidade – as pessoas farão todo o resto para a marca. Espontaneamente!

Classifique este post

Comentários

Autor

Alex Venceslau

Diretor da Bamboo Agência Digital, tem experiência no mercado desde de 2007. Sempre está em busca das melhores soluções e estratégias digitais para colaborar com o sucesso das organizações.